Básico sobre fotografia: dicas

As férias estão chegando e com elas muita gente se anima a sair por aí fotografando, mas será que vocês sabe o básico de fotografia pra tirar fotos que mostrem bem o que você está vendo? Você sabe o que significam abertura do diagragma, ISO, velocidade do obturador?

Para quem tem uma câmera semi-profissional, pelo menos, é fundamental saber como "brincar" com essas configurações para poder ter um pouco mais de controle sobre suas fotografias, ou você vai querer tirar todas as suas fotos no automático?

Para saber um pouco mais, aqui vão umas dicas bem básicas pra começar, direto do blog http://www.dicasdefotografia.com.br/, que postou uma apostila, na forma de posts sequenciais, com o básico de fotografia.

Aqui eu postei um rápido resumo do que é tratado em cada tópico, mas vale a pena clicar no título de cada tópico para ler o post detalhado.

O que é exposição
A luz que uma câmera fotográfica capta ao fazer uma imagem precisa estar na quantidade certa para que a foto fique boa, evitando fotos muito claras ou muito escuras, às vezes sem contraste. Mas como controlar a exposição à luz?

De três formas, controlando a abertura do diafragma, a velocidade do obturador e a ISO.
Esses três fatores serão explicados mais adiante. São eles que controlam a luz que será transformada em imagem.

O que é abertura do diafragma
É simples: quanto maior a abertura do diafragma, mais luz entrará pela lente! Quanto menor for esse valor, menos luz entrará.
Quando você está em uma situação de baixa luminosidade a tendência é usar uma abertura maior, para que o máximo de luz possa entrar, e vice-versa.

A abertura do diafragma é medida em um valor “f”. Quando menor esse valor mais aberto está o diafragma. Cada valor de “f” tem o dobro de área do próximo valor.

abertura-2
Para saber como alterar a abertura de diafragma da sua câmera digital, você deve ler seu manual.

Lentes e abertura

Lembre-se: cada lente tem seu diafragma e um limite de abertura. Algumas lentes conseguem um valor de f1.4 (bem aberta!) até f22 e outras conseguem um valor de f5.6 até f16. Pense nisso na hora de comprar suas lentes: dependendo do tipo de fotografia que você pretende fazer é importante ter uma lente que tenha uma abertura bem ampla para que entre mais luz.

A abertura e suas consequências

O uso de diferentes aberturas não só controla a passagem de luz como tem como consequência alguns fatores como menor profundidade de campo e aberrações, dependendo da lente: Quando você usa uma abertura maior (valor f mais baixo) a profundidade de campo diminui, quando você usa uma abertura menor (valor f mais alto) a profundidade de campo aumenta.

O que é a velocidade do obturador

A velocidade do obturador é fácil de entender: quanto mais tempo você deixar o diafragma aberto, mais luz vai entrar e expor o sensor ou o filme. Se você deixa menos tempo, menos luz entra.
Como a velocidade de exposição normalmente está em frações de segundo a maioria das câmeras mostra somente a parte de baixo da fração.
Ou seja: se estou deixando meu sensor ser exposto à luz durante 1/100s a minha câmera vai mostrar “100”. Quando passamos a lidar com exposições mais longas, de 1 segundo ou mais, a câmera mostra 1’, 2’, 3’ e assim por diante.
A velocidade do obturador pode impactar também no modo como algo em movimento é captado. Imagens e movimento captadas em uma velocidade alta (1/100, por exemplo) captam detalhes daquele momento, como gotas de água em movimento, enquanto velocidades mais baixas (1´, por exemplo) captam a água em movimento, desfocando-a. É assim que se obtém imagens de rastros de luz, por exemplo.

ISO ou ASA

O último fator que controla a luz de cada exposição é a sensibilidade chamada de “ISO”. Você também vai escutar alguns chamarem de “ASA”, embora seja uma nomenclatura que não é mais usada.

Quanto maior o valor ISO mais sensível será o sensor da câmera digital ou o filme (embora hoje em dia quase não se use mais filme). Em geral, quando temos uma situação de bastante luz deixamos o valor ISO mais baixo para que a foto não fique superexposta. Quando temos pouca luz deixamos o valor de ISO mais alto para que a foto não fique subexposta, mas a desvatagem é que se você usar uma ISO muito alta, a partir de 400, pode gerar "ruído" na foto, que são pequenas imperfeições na imagem, dando uma impressão de imagem granulada.
Para saber como sua câmera reage ao aumento da ISO, tire uma mesma foto testando várias configurações de ISO, para saber até onde você pode chegar com sua câmera.

O que é o balanço de branco

Cada cena que fotografamos tem uma luz diferente: às vezes fotografamos com a luz do sol, às vezes fotografamos com uma luz artificial como o flash ou uma lâmpada.

Nosso olho é "inteligente" então conseguimos ver as cores corretamente em qualquer situação, mas as câmeras nem sempre são tão espertas então precisamos contar para elas qual luz estamos usando para que ela a interprete da forma correta. Assim o vermelho vai continuar vermelho e o azul vai continuar azul e – como é de se imaginar – o branco continuará branco.

Temperatura de cor

A diferença entre uma luz e outra é a temperatura de cor – medida normalmente em Kelvins.
Todo mundo já tirou uma foto iluminada por lâmpada que ficou amarelada. Isso acontece porque a câmera não estava preparada para a temperatura de cor dessa luz. Para aprender a "contar" para sua câmera qual luz você está usando no momento, procure no manual, porque cada câmera tem uma forma diferente de alterar a cor.

Foco e profundidade de campo
Todo mundo sabe o que é foco. Quando tiramos uma foto queremos que nosso destaque, no geral, esteja nítido e visível. O foco pode ser manual ou automático. Manualmente você gira o anel da sua lente, nas câmeras automáticas você pressiona o botão do obturador somente um pouco (meio-toque) e a câmera marca o foco automaticamente.

Profundidade de campo

A profundidade de campo define o quanto os objetos “próximos” do objeto que você decidiu ser o foco estarão focados também.
Vamos passar a chamá-la de “DOF”, pois é mais curto. DOF vem de “Depth of field”, Profundidade de Campo em inglês: Quando o DOF é maior, tanto os objetos à frente do escolhido como ponto focal quanto os que estão atrás ficarão com um bom foco. Quando o DOF é menor os objetos à frente e atrás do objeto escolhido como ponto focal ficarão sem foco.

Aqui estão os principais fatores que alteram o DOF:

Abertura
Quanto maior a abertura, menor o DOF – e vice-e-versa.
Proximidade com o objeto
Quanto mais próximo do objeto você estiver, menor o DOF – e vice-e-versa.
Distância focal
Quanto maior a distância focal (“zoom”), menor o DOF – e vice-e-versa. Falaremos mais sobre Distância Focal na próxima lição

Distância focal
A distância focal é medida em mm (milímetros) e define o quanto você consegue ver a partir de uma lente. Quando maior o valor, mais “fechado” será o ângulo de visão de uma lente. Quando esse valor é menor, mais “aberto” será o ângulo de visão de uma lente.

Lembre-se:
- Leia sempre o manual da sua câmera, ele vai te ajudar a conhecer melhor a câmera e tirar o melhor proveito de suas configurações.
- Tire muitas fotos, teste diferentes configurações nas mesmas cenas, só assim você vai ter a agilidade necessária para se tornar um bom fotógrafo.
- Além de bons conhecimentos técnicos, um bom enquadramento é fundamental para uma foto marcante.

Share:

0 comentários