Colaborar é preciso

CEO da BBDO de Nova York, diz que o mercado precisa vender produtos, mas também criar e espalhar movimentos para suas marcas
Peças altamente criativas não bastam mais para a agência de publicidade do século XXI. Sem uma estrutura pensada por uma equipe especializada na contextualização daquele conteúdo, todo o esforço terá sido em vão. “O mercado precisa de gente que conecte os pontos, porque as grandes ideias não têm mais fronteiras, elas chegam de qualquer lugar. Hoje em dia, ou você colabora ou você morre”, disse John Osborn, CEO da BBDO de Nova York, que foi Agência do Ano no Festival de Cannes de 2008. Esta foi a segunda apresentação da edição 2010 do Maximídia.

O executivo foi convidado para falar sobre a agência moderna. Ele não discutiu tanto os modelos, já que em sua opinião, diversos tipos de agências podem sobreviver no mesmo mercado, sejam as grandes redes, as especializadas em alguma disciplina ou mesmo hot shops criativas. O que esteve em foco foi o que essas empresas precisam fazer para, dentro de sua área de atuação, ter um papel estratégico na comunicação do cliente.

Além da colaboração entre esses diversos braços, outras necessidades vieram à tona. “A agência moderna precisa entender que seu objetivo não é só vender produtos, mas sim espalhar movimentos em torno daquela marca. Sentir a força das pessoas”, afirmou o executivo. Ele mostrou um vídeo sobre o case da Starbucks que reuniu pessoas em 156 países do mundo simultaneamente para cantar a música All You Need is Love, uma campanha para auxiliar na luta contra a Aids na África. A Starbucks é uma das grandes marcas mundiais reconhecidas por ter uma participação relevante e inovadora nas mídias sociais, promovendo seu branding.

Neste contexto, o digital, como se sabe, é vital. “Ele tem que estar no coração de cada campanha”, afirmou. Outra necessidade, especialmente no mercado norte-americano, é a valorização da diversidade, já que a população de lá é cada vez mais jovem, latina e afro-americana. Isso vale, segundo ele, inclusive para contratação de pessoas destes segmentos da sociedade pelas agências.

Calçando Havaianas, cuja publicidade está nas mãos da AlmapBBDO, Osborn disse que há dois pontos fundamentais sobre o mercado. “O primeiro, é que nunca foi tão empolgante estar neste mercado como está sendo hoje. E o segundo é que o sucesso da agência do futuro estará assegurado se todos trabalharem com Havaianas nos pés”, divertiu-se o executivo. Isso é que eu chamo de estar envolvido com a publicidade de um produto!

Fonte:M&Monline

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

AddThis